Luiz Schwarcz: “Virei editor porque a leitura para mim tinha o sentido de cura”

O editor da Companhia das Letras no Brasil, Luiz Schwarcz apresenta o seu livro de memórias “O ar que me falta” (Companhia das Letras Portugal), numa conversa emocionante com o escritor argentino Alberto Manguel, na livraria de Santiago, durante o Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos, sobre o fantasma da depressão que assombra Schwarcz e de como ler para a mãe forjou a sua vocação para editor. A Booker acompanhou o imperdível encontro.

Assista ao vídeo:

Assista também:

Hugo Gonçalves e uma reflexão sobre o humano em “Deus Pátria Família”

Álvaro Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo